,

26 agosto 2011

D.D

Olha eu de novo ^0^

Estava raramente vagando pelo meu orkut, e entrei numa comunidade de CreepyPasta, então, eu achei essa C.P, e resolvi vir aqui postar. Os créditos estão no final do post.

Como se sabe no Japão, é costume dos otakus (fãs de animações japonesas), “casarem” com uma personagem de animes, assumindo realmente um compromisso sério, com juramento e tudo mais. Para facilitar esse compromisso várias empresas já criaram pequenos consoles com tela (parecidos com celulares touch screen) que permitem ao otaku andar com suas esposas virtuais.

Um certo dia um rapaz chamado Kenta estava caminhando na rua quando viu um carro desses importados passar em alta velocidade e deixar cair uma maleta de sua mala. Ele até tentou ver a placa do carro pra devolver, mas o carro estava muito rápido, logo o rapaz pegou a maleta e a levou para casa.

Chegando em casa ele viu o emblema de uma famosa empresa de consoles eletronicos e um cadeado fechando a maleta. Ele pensou em ligar para a empresa mas sempre as linhas estavam ocupadas, e ele pensava: -“o que deve ter nessa maleta?”, logo a curiosidade dele fez com que ele abrisse a maleta…

Lá estava, o console que ele queria. Kenta era um otaku e não tinha dinheiro para comprar o tal console, mas agora lá estava, em suas mãos o que ele mais queria. Ele nem hesitou em pegar o console e ligar. “Que maravilha”, ele pensou,”o console já veio com um programa carregado”. Quando finalmente terminou de carregar lá estava ela, seu nome aparecia como D.D.. Ela interagia perfeitamente com ele, mal parecia um programa, então um certo dia eles se casaram, fizeram juramentos e tudo. A vida de Kenta estava tão boa que ele até resolveu procurar um emprego.

Alguns meses se passaram até que Kenta conhecesse Shinobu. Ela era tão linda quanto D.D., e ainda mais REAL! Eles começaram a conversar e foram se apaixonando e isso fez com que cada vez menos Kenta tivesse tempo para D.D. e ela como reagia como se fosse real começou a brigar com ele, mas ele pensava: -“É só um programa, se ela me estressar eu desligo ou reseto ela.”

Então Shinobu um dia foi a casa de Kenta para jantarem e ele logo pensou que iria passar vergonha por ter uma bonequinha de jogo falando com eles durante o jantar. Logo ele a pegou e disse que precisava desliga-la pra ajustes, mas ela dizia sem parar: -“Don’t, Don’t.”. Ele havia desligado o console e então Shinobu chegou.

Ela era uma garota perfeita e o jantar estava ótimo. Ótimo até o momento em que eles começaram a ouvir uma voz gritando dentro da casa, Kenta logo reconheceu era a voz de D.D. só que diferente, mais aspera que de costume. De repente tudo ficou escuro…

Alguns minutos depois Kenta acordou, e quando procurou Shinobu se deparou com seu corpo todo deformado e na parede atrás dela havia escrito com sangue na parede: Die.Die. Ele correu atrás do console e o encontrou, mas ele estava ligado…D.D. olhava pŕa ele com um olhar de fúria e ela repetia freneticamente: Die.Die..

Ele decidiu destruí-la mas quando ele a arremessou contra a parede, uma espécie de holograma dela se projetou e começou a caminhar em direção a ele. Ele correu para seu quarto e pensava o que havia de errado com seu console. Ele pegou a maleta e então viu uma etiqueta, nela havia a descrição do console:



Nome: D.D. (Destination’s Death)
Data de criação: 15/11/2010

Destino: Destruição ( motivo:O console está sendo encaminhado para destruição por apresentar defeitos de comportamento e não responder corretamente ao padrões da empresa)

Observações: O criador dessa linha foi demitido e internado em clinica psiquiatrica por comportamento estranho e criação de console fora do padrão. Em sua sala foram encontrados objetos que aparentemente indicam rituais obscuros onde esse exemplar de console em especial se encontrava no meio de um círculo.

Abismado, Kenta levanta a cabeça, e ela estava lá, olhando pra ele.
Ele sorri lembrando dos momentos deles, ela fala uma ultima frase: “STAY WITH ME FOREVER”.
Alguns dias depois, familiares que deram falta acionaram a polícia, dois agentes foram ao local: Keoru e Seto

Ao chegarem no local, se depararam com a cena e encontraram o corpo de Kenta sem os olhos e em seu peito escrito duas letras que não podiam ler e a palavra FOREVER.

Enquanto Seto foi ver o corpo de Shinobu, Keoru revistava o quarto, ele logo achou um console embaixo da cama de Kenta. Nele havia uma linda garota sorrindo com o nome de D.D…

Keoru era um OTAKU…



4 Gritos:

Cristiano disse...

Muito Bom!

Anônimo disse...

posta mais eu gostei do site

Lola disse...

Nossa, eu tenho um fetiche por CreepyPasta...HAUAHAUHAUAHUAHAUAHUA! QSM, queria te propor uma parceria. Dá uma passada lá no meu blog e se gostar, avise-me que já adiciono teu banner lá. (; - Lola

http://vampiremustache.blogspot.com/

Micos.com disse...

CARAMBA! Estou a muito tempo sem lê uma creepy ^^ ótimo ter encontrado o blog ;)

Postar um comentário

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favoritos More

 
Powered by Blogger